Postado em 16 de Fevereiro de 2017 às 19h43

Aprovada moção que pede reabertura da Delegacia da Efapi

Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou, por unanimidade, a moção de apelo 9/17, de autoria de Cleiton Fossá, que solicita urgentemente à prefeitura que disponibilize um espaço para a reabertura da 3ª Delegacia de Polícia, localizada no bairro Efapi. O local foi fechado em 2015 por falta de efetivo, porém com a chamada de novos policiais, o local poderá voltar a funcionar. Em reunião com delegado-geral de Polícia Civil do Estado, Artur Nitz, foi informado para Fossá que 13 novos policiais civis passaram a atuar em Chapecó. Já em conversa com o delegado regional de Polícia de Chapecó, Wagner Meirelles, o vereador foi informado que já há um delegado, dois escrivães e três investigadores disponíveis, porém, falta um local para que a 3ª DP seja instalada. Conforme Fossá, a curto prazo poderia ser cedido espaço junto à Superintendência da Efapi para a abertura da Delegacia, sendo posteriormente um local alugado. 'Até se chegar ao imóvel ideal e à construção leva tempo e a situação não pode esperar'. Ainda, o vereador solicita que a prefeitura doe um terreno para que uma Delegacia seja construída, bem como, uma agência do INSS.

Veja também

Votação de projeto de transparência na saúde é adiada26/02/18 Chapecó – O Projeto de Lei 072/17, que trata da divulgação das listas de pacientes que aguardam por consultas com médicos especialistas, exames e cirurgias na rede pública municipal de Chapecó, teve novo pedido de vistas aprovado. Ele seria votado nesta segunda-feira, dia 26, mas a ausência de alguns vereadores fez com novo pedido de adiamento fosse feito e......
Estradas do interior necessitam de atenção! 28/03/19        Em Chapecó, mais de 3.900 famílias moram em área rural, cerca de 16 mil pessoas. A agricultura familiar é uma dentre as principais fontes de renda dos moradores do interior, também é......
Nota de esclarecimento sobre pedido de cassação de Cleidenara13/09/17 Chapecó ' A respeito de informações publicadas em determinados veículos de imprensa, cabe esclarecer: os vereadores que assinaram a denúncia de quebra de decoro parlamentar contra a vereadora afastada Cleidenara Weirich tinham consciência de que não......

Voltar para NOTÍCIAS