Postado em 27 de Março de 2020 às 14h50

Chapecó segue com quatro casos confirmados de coronavírus

Cleiton Fossá | Vereador        O município de Chapecó segue com quatro casos confirmados do novo coronavírus. A informação foi repassada nesta sexta-feira (27), pela Prefeitura Municipal,...

       O município de Chapecó segue com quatro casos confirmados do novo coronavírus. A informação foi repassada nesta sexta-feira (27), pela Prefeitura Municipal, em entrevista coletiva. Também foi apresentado o balanço geral do atual cenário: 28 casos, oito suspeitos, quatro confirmados, 16 descartados, três em isolamento domiciliar, cinco internados e desses um em UTI. De outros municípios, há sete pacientes internados em Chapecó, seis suspeitos e um descartado.

       No Brasil, são 2.989 casos confirmados do novo coronavírus, com 77 mortos, 58 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de saúde do estado. Em Santa Catarina, são 149 casos confirmados, 315 casos suspeitos e um óbito, registrado em São José, na grande Florianópolis.

       O presidente da Câmara de vereadores de Chapecó, Ildo Antonini, que participou da entrevista coletiva representando o poder legislativo do município, enfatizou que todos os vereadores estão à disposição do poder público municipal, bem como, de todos os chapecoenses, neste momento crítico de isolamento social.

       Ainda na coletiva, em sua fala, o prefeito de Chapecó destacou que será acatado todas as decisões apresentadas pelo Governo do Estado de Santa Catarina. Esse posicionamento é em vista da retomada parcial das atividades não essenciais a partir da próxima semana decretado pelo governador, Carlos Moisés, nesta quinta-feira (26).

       Desse modo, agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito poderão abrir a partir de segunda-feira, 30, para atender exclusivamente pessoas que necessitem de serviços bancários presenciais.

       Já a partir do primeiro dia de abril, atividades como: serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral, atividades do setor hoteleiro; atividades de construção civil; escritórios de prestação de serviços em geral; centros de distribuição e depósitos: serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais, também estarão liberadas, mediante a algumas regras de funcionamento.

       Entre os principais tópicos de regramento esta permissão de entrada de pessoas reduzida nos espaços, o controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, bem como o controle da área externa do estabelecimento, para manter a distância mínima de 1,5 metros, e medidas internas, relacionadas à saúde no trabalho, para evitar a transmissão do coronavírus. O transporte coletivo permanece suspenso pelo prazo de mais sete dias, a contar da próxima quarta-feira, dia 1º.

 

Renda básica emergencial

       Nesta quinta-feira (26), os deputados federais aprovaram um auxílio emergencial de R$ 600 por mês para trabalhadores autônomos, desempregados e microempreendedores de baixa renda. A ação tem o objetivo de proteger os mais vulneráveis e atenuar a crise econômica. Leia o conteúdo na íntegra aqui no nosso site. 

 

 

Assessoria de Comunicação Vereador Cleiton Fossá

    Veja também

    Você sabe como higienizar as máscaras de tecido ?11/06/20 Para proteger você, sua família e amigos, o Ministério da Saúde orienta que o uso da máscara de proteção ajuda na prevenção à Covid-19. Com isso, e pela alta procura pelo item básico, obrigatório em muitos lugares do país, a busca por máscaras de proteção, fez com que elas sumissem das......
    Fossá discute as necessidades do estacionamento rotativo19/07/18 Chapecó – Nesta quarta-feira (18), o vereador Cleiton Fossá abordou, por meio das redes sociais, um tema que gera discussão, principalmente entre os motoristas: o estacionamento rotativo. O sistema ainda criado em 1987, tem como um......
    Projeto quer acabar com parentes comissionados19/04/16 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá protocolou na Câmara de Chapecó um projeto de lei que proíbe que parentes de agentes políticos do poder executivo municipal sejam nomeados em cargo de comissão ou de confiança no poder legislativo de Chapecó, e proíbe que......

    Voltar para NOTÍCIAS