Postado em 01 de Setembro de 2014 às 19h17

Fossá cobra ações na segurança pública

Vereador (224)Segurança Pública (12)Propostas (6)Pedidos (10)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)Câmara (84)

Chapecó - Desde que assumiu a presidência da Comissão de Segurança Pública e Cidadania da Câmara de Chapecó, o vereador Cleiton Fossá tem buscado realizar debates constantes sobre a criminalidade em Chapecó. Embora não seja de responsabilidade dos vereadores, Fossá entende que o parlamento chapecoense não pode se omitir neste debate e deve ir atrás de soluções, além de pressionar os deputados da região Oeste, assim como cobrar medidas do Governo do Estado.

Como proposta de resultado imediato, Fossá voltou a pedir a abertura de concurso público para a contratação de mais policiais. O vereador lembra que Santa Catarina conta, atualmente, com 3,6 mil policiais civis e mais de 11 mil militares, sendo que cerca de metade deste contingente já possui idade para se aposentar. 'A forma mais rápida de diminuir os índices de violência é recuperar o efetivo policial e investir na valorização dos profissionais da área da segurança pública', diz.

Social

Fossá lembra, porém, que o poder público precisa pensar também a médio e longo prazo. O combate ao tráfico de drogas, na opinião do vereador, é essencial neste assunto, pois gera uma série de outros crimes, como furtos e roubos. Conforme Fossá, o Estado deve aprofundar as políticas públicas de geração de renda e também nas áreas de lazer e esporte, bem como investir mais na educação de base. 'Aumentar o efetivo policial traz efeito imediato, mas só isso não resolve'.

Pedidos

Fossá já apresentou algumas sugestões ao Governo do Estado, como o aumento do efetivo e valorização salarial dos profissionais da área da segurança pública. Outra iniciativa proposta prevê que o Estado realize estudo fixando o efetivo policial ao crescimento populacional, ou seja, o número de policiais militares e civis deve ser proporcional ao número de habitantes do município. 'Em muitas cidades do Estado, o número de policiais diminuiu, enquanto a população cresceu'.

Homicídios

O vereador propôs também que a Unidade Especializada em Homicídios de Chapecó tenha estrutura própria. Atualmente, ela funciona junto à Central de Polícia e conta apenas com um delegado e dois policiais. Em 2013, foram registrados 44 homicídios e latrocínios em Chapecó, enquanto, neste ano, já foram 31 casos. 'Os poderes constituídos, as entidades de classes, associações, sindicatos, e a população em geral precisam 'comprar' essa briga', finaliza Fossá.

Veja também

Reunião discutirá ampliação dos cursos do IFSC21/05/14 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou nesta terça-feira (20) o requerimento 162/14, de autoria do vereador Cleiton Fossá, que propõe a realização de uma reunião de trabalho a fim de discutir a criação de novos cursos no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Campus Chapecó. Em visita de cortesia ao local, o diretor-geral Mauro Ceretta Moreira relatou ao vereador a necessidade de discutir a......
Fossá sugere melhorias no estacionamento rotativo25/06/14 Chapecó - O diretor da empresa Caiuá, concessionária do serviço do estacionamento rotativo de Chapecó, Hélio Mizubutti, e o consultor técnico Luiz Motta participaram da sessão da Câmara na tarde desta quarta-feira (25). Em sua manifestação, o vereador Cleiton......
Fossá avalia dois primeiros anos de mandato22/12/14 Chapecó - Encerrando o segundo ano de mandato como vereador em Chapecó, Cleiton Fossá promoveu debate em áreas que impactam diretamente na vida dos cidadãos chapecoenses, buscando resolver problemas cotidianos. Dentro das prerrogativas de vereador, temas como......

Voltar para NOTÍCIAS