Postado em 18 de Novembro de 2016 às 15h08

Fossá já apontava problemas na Secretaria de Saúde

Chapecó - No dia 21 de outubro de 2015, o vereador Cleiton Fossá apresentou requerimento solicitando informações à prefeitura de Chapecó, através da Secretaria de Saúde, sobre o convênio com o Consórcio Intermunicipal de Saúde de Santa Catarina (CIS) - Amosc. Na ocasião, a Secretaria de Saúde respondeu que não possuía informações e que as perguntas deveriam ser direcionadas ao CIS - Amosc. Agora, pouco mais de um ano depois, foi deflagrada a Operação "Manobra de Osler", que investiga o desvio de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), através da Secretaria de Saúde e do CIS - Amosc. A investigação do Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) consolida os indícios que Fossá vinha debatendo desde o início de seu mandato na Câmara de Vereadores. Fossá apresentou requerimento solicitando a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para abrir investigação legislativa sobre desvios de recursos públicos na Secretaria de Saúde, que é a pasta com maior orçamento em Chapecó. Falta uma assinatura para que a CPI seja aberta. 'Os fatos levantados pela Operação "Manobra de Osler" são muito graves e os vereadores não podem se omitir', explica Fossá. Sem título

Veja também

Produção de biocombustíveis como alternativa sustentável04/07/18 Chapecó – O mandato do vereador Cleiton Fossá frisa a importância de iniciativas que possam colaborar para o meio ambiente. Por conta disto, a pedido dos moradores, o mandato visitou o bairro Vila Rica, que há mais de dez anos sofre com problemas de armazenamento de esgoto. O tanque improvisado, que temporariamente supriu a demanda dos moradores, se tornou uma ameaça para as......
Mobilidade Urbana em tempos de Pandemia em Chapecó16/04/20        Diante das medidas de prevenção do novo coronavírus e a suspensão do uso do transporte coletivo no município, mas com a liberação de algumas atividades, principalmente nesta semana,......
COVID-19: É preciso amar a vida e respeitar as pessoas 11/07/20 Sentando em meio a cozinha de sua casa simples, no interior de Chapecó, Guilherme Nissola que usa uma máscara verde, relata com calma e serenidade a sua experiência com o novo Coronavírus. Uma experiência curiosa, que......

Voltar para NOTÍCIAS