Postado em 25 de Maio de 2015 às 08h43

Fossá relata CEIMs com obras atrasadas

Atraso (5)CEIM (6)Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Cobrança (6)Creche (5)Obra (5)Vereador (224)
Chapecó - Cumprindo o papel constitucional de fiscalizar, o vereador Cleiton Fossá esteve em seis Centros de Educação Infantil Municipal (CEIMs) de Chapecó cujas obras foram concluídas ou estão em andamento. O parlamentar ressaltou que em dois deles, no bairro Paraíso e loteamento Dom José Gomes, as obras foram concluídas ainda em 2013, mas os prédios seguem fechados. Devido ao longo período inativo, os CEIMs foram alvo de vandalismo e de furto. 'A prefeitura de Chapecó gastará R$ 257 mil para reformar o CEIM Paraíso. Com certeza terá que gastar valor semelhante na outra creche. Dinheiro público jogado fora', ressalta ele. Já os outros quatro CEIMs estão com obras atrasadas. No loteamento Expoente, a construção iniciou em junho de 2012 e o prazo de entrega era janeiro de 2013. Os demais CEIMs ficam no bairro Efapi. No loteamento Colina do Sol, a obra começou em maio de 2012, com término previsto em janeiro de 2013. No loteamento Vila Páscoa, a obra do CEIM Cantarelli iniciou em janeiro de 2012, com previsão de encerramento para janeiro de 2014. E o CEIM Ciranda da Criança, no loteamento Jardim do Lago, iniciou em janeiro de 2013, com previsão de término para janeiro de 2014. Encaminhamento O vereador quer agora informações sobre os motivos do atraso. Fossá protocolou pedido de informações na Secretaria de Educação e quer agilidade na conclusão dos três CEIMs atrasados, bem como, a abertura imediata dos CEIMs que seguem fechados. 'Estes cinco lugares juntos possuem mais de mil vagas, o que ajudaria na demanda reprimida que existe hoje na educação infantil em Chapecó', finaliza.

Veja também

Fossá tem sugestão aprovada no Plano Diretor22/01/14 Chapecó - Presente à primeira Audiência Pública que está discutindo o novo Plano Diretor de Chapecó, realizada terça-feira à noite no bairro Efapi, o vereador Cleiton Fossá teve importante sugestão aprovada na reunião. O parlamentar pediu que famílias com renda entre um e três salários mínimos também possam acessar loteamentos de caráter popular. Pelo projeto apresentado, somente famílias entre três e sete salários......

Voltar para NOTÍCIAS