Postado em 07 de Fevereiro de 2017 às 22h29

Fossá solicita à Funai políticas públicas para indígenas

Brasília - Os deputados federais Valdir Colatto e Luis Carlos Heinze, a deputada federal Tereza Cristina e o vereador de Chapecó, Cleiton Fossá, tiveram, na manhã desta terça-feira, dia 7, audiência com o novo presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Antônio Fernandes Toninho Costa. No encontro, apresentaram os problemas e as ilegalidades existentes nos processos de demarcação de terras indígenas no Brasil. O presidente da Funai, destacou que 2017 será um ano de soluções para as questões indígenas. 'Queremos buscar paz para os conflitos e para isso queremos ter diálogo com os parlamentares. Não podemos deixar que ocorra com a área indígena o que está acontecendo com o sistema penitenciário no nosso país', enfatizou Toninho Costa. Os deputados apresentarão uma proposta para solução da questão indígena no país. Chapecó Fossá trouxe uma realidade local para a audiência. Em seu relato, falou sobre a morte de uma criança indígena, ocorrida na última sexta-feira no centro de Chapecó. O menino de 9 anos acompanhava os pais na venda de artesanato, quando foi atingido por um carro. O vereador fez um apelo ao presidente da Funai, solicitando políticas públicas claras para a população indígena para evitar que casos como este se repitam.

Veja também

Fossá busca solução para o Aeroporto de Chapecó17/08/17 Brasília/DF - Verificar o andamento de procedimento de viabilidade financeira para transferir a administração do aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, para a Infraero. Este foi o principal objetivo da agenda do vereador Cleiton Fossá em Brasília, na manhã desta quinta-feira, em reunião com o diretor de Aeroportos, Weber Ciloni; diretor de Gestão e Navegação Aérea, João Marcio Jordão; diretor jurídico e de......
Sobe para 66 casos confirmados de Coronavírus em Chapecó30/04        Nesta quinta-feira (30), em entrevista coletiva, a prefeitura municipal informou que são 66 pessoas infectadas com a Covid-19 desde o início da pandemia.         Até o momento......

Voltar para NOTÍCIAS