Postado em 01 de Agosto de 2013 às 17h27

Fossá solicita recálculo da tarifa do transporte coletivo em Chapecó

O vereador Cleiton Fossá solicitou, ao Prefeito José Caramori, o recálculo da tarifa do transporte coletivo urbano de Chapecó. O pedido foi motivado pela Medida Provisória 617/13 do Governo Federal, que passou a valer a partir do dia 31 de maio de 2013, e tem por objetivo zerar o valor pago pelas empresas de transporte coletivo municipal do PIS/PASEP e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). O novo cálculo é necessário já que as tarifas são reajustadas levando em conta também os gastos das empresas com esses impostos. 'Sem isso as empresas podem baixar a tarifa, pois não é justo que os trabalhadores continuem pagando o mesmo valor da passagem, quando as empresas não precisam mais pagar esses impostos', afirmou. O Prefeito Caramori aumentou a tarifa do transporte em 19 de outubro de 2012, mediante o Decreto n° 26.632/2012. O recálculo deverá reduzir o valor da tarifa, como ocorreu na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, em que a redução chegou a dez centavos. Em sessão na Câmara de Vereadores, foi aprovada uma reunião de trabalho para discutir o valor da tarifa e a qualidade do transporte coletivo de Chapecó e o líder do governo na Câmara se comprometeu a apresentar o recálculo da tarifa. 'Assim que a reunião for agendada, vou comunicar e solicitar a participação de toda a comunidade para contribuir com a discussão desse importante serviço público', afirmou Fossá.

Veja também

Hospital da Criança: em busca de solução28/05/15 Chapecó - Uma reunião no Hospital da Criança (HC) de Chapecó, realizada na tarde quinta-feira (28), tratou sobre alguns problemas relatados pela comunidade nos últimos dias. Participaram do encontro o vereador Cleiton Fossá, que propôs a reunião, o presidente da Câmara de Vereadores, Valdemir Stobe, os vereadores Celio Portela e João Siqueira, além da direção da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira,......
Governo Federal sanciona Lei da Renda Básica Emergencial03/04        No primeiro dia útil de abril, o presidente da república, Jair Bolsonaro, sancionou a lei aprovada no Senado e na Câmara dos Deputados que garante o auxílio emergencial de R$ 600 para pessoas de baixa......

Voltar para NOTÍCIAS