Postado em 11 de Junho de 2015 às 17h24

Cleiton Fossá alerta sobre perigos do projeto 76/15

Câmara (84)Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Vereador (224)
Chapecó - Muitas pessoas querem saber mais sobre o projeto 76/15, que a prefeitura de Chapecó enviou à Câmara de Vereadores. O projeto prevê uma 'reforma administrativa'que, na verdade, muda cargos e funções. Extingue as Secretarias de Articulação Institucional e de Defesa do Cidadão, sendo que a primeira não servia para nada. Fora isso, o projeto cria 85 novas funções de confiança - quando servidores efetivos passam a exercer função de chefia, recebendo mais por isso - e cria ainda 79 novos cargos comissionados, aqueles sem concurso público. Com isso, a prefeitura de Chapecó passará a ter 991 cargos políticos, em um universo de 4,9 mil servidores, ou seja, de cada cinco servidores, um terá função de 'chefe'. Ainda, o projeto cria a Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável (VPNI), que beneficia servidores efetivos que exerceram cargo de confiança, ou seja, quando deixarem a função política e voltarem ao cargo para o qual prestaram concurso, seguirão recebendo salários com gratificação de chefia. Será a volta dos supersalários no funcionalismo público e das superaposentadorias. No momento, é impossível calcular o impacto financeiro que o projeto 76/15 vai causar nas contas do município, já que sequer foi feito estudo. É importante lembrar que entre empréstimos e precatórios, a dívida da prefeitura de Chapecó ultrapassa R$ 100 milhões. Ainda, o projeto compromete ainda mais o Sistema de Previdência de Chapecó (Simprevi), que hoje tem um déficit de mais de R$ 200 milhões. Se já têm obras atrasadas e falta de estrutura em diversas áreas, com certeza a gestão pública ficará mais comprometida. E quem pagará é a população.

Veja também

Fossá volta a pedir padronização dos pontos de ônibus20/01/16 Chapecó - A Lei Municipal 5.669/2009, que trata sobre a padronização dos abrigos de passageiros do transporte coletivo de Chapecó, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2009. Mais de seis anos depois, entretanto, ela ainda não entrou em vigor. O motivo é que o cronograma para padronização dos pontos de ônibus deveria acontecer a partir de um decreto municipal, que ainda não foi publicado pelo poder......
Fossá visita Juiz do Trabalho08/08/14 Chapecó - Desde o início do mandato, o vereador Cleiton Fossá tem procurado estender as ações do mandato a diversos setores, sempre em defesa dos direitos dos trabalhadores. Juntamente com a advogada Ana Paula Valente Carvalho, Fossá esteve visitando, nesta......

Voltar para NOTÍCIAS