Postado em 09 de Julho de 2020 às 16h08

Senado aprova prioridade à mulher chefe de família no auxílio emergencial

Cleiton Fossá | Vereador Segue à sanção presidencial, o projeto aprovado nesta quarta-feira, 8, pelo Senado, que estabelece prioridade no pagamento do auxílio emergencial em dobro para a mulher de família...

Segue à sanção presidencial, o projeto aprovado nesta quarta-feira, 8, pelo Senado, que estabelece prioridade no pagamento do auxílio emergencial em dobro para a mulher de família monoparental, em situações em que o pai também apresenta-se como responsável pelos filhos.

Com a medida, caso exista conflito entre a mãe e o pai, a preferência para o recebimento será da mulher. Está previsto ainda, amparo em relação à situação de Violência (180), disponibilizada para denúncias de violência e dano patrimonial, para os casos em que a mulher tiver o auxílio emergencial subtraído, retido ou recebido indevidamente por outra pessoa.

Além disso, de acordo com o projeto, os pagamentos que forem indevidos ou feitos em duplicidade deverão ser ressarcidos à União. Caso o responsável tiver o seu benefício subtraído ou recebido indevidamente por outra pessoa em questão, a legislação garante o pagamento retroativo a que teria direito.

De acordo com a lei em vigor que instituiu o auxílio emergencial, a mulher responsável pela família monoparental tem direito a receber duas cotas mensais do auxílio, o que dá o valor de R$ 1.200,00. As famílias monoparentais são aquelas nas quais a guarda dos filhos ou dependentes seja exclusiva de um dos pais.

Como já dito, o projeto foi aprovado em votação no Senado e segue agora para à sanção presidencial.

 

>>> Fique por dentro da atuação de Cleiton Fossá pelo WhatsApp, ou através das redes sociais: Facebook e Instagram.



Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

  • Cleiton Fossá | Vereador -

Veja também

Cleiton Fossá critica proposta que aumenta cargos na prefeitura08/06/15 Chapecó - Poder executivo enviou para a Câmara projeto que 'organiza'a estrutura administrativa da prefeitura. Conforme o vereador Cleiton Fossá, esse projeto prevê o aumento de cargos de confiança de 827 para 991 (164 novos cargos), entre comissionados e funções gratificadas, gerando um custo anual de aproximadamente de R$ 42 milhões por ano aos cofres públicos. Para Fossá, ao invés do governo......
ATENÇÃO! Primeiro caso de Coronavírus é confirmado em Chapecó20/03/20 Chapecó confirma primeiro caso de coronavírus        Na tarde desta sexta-feira (20), o governador, Carlos Moisés, confirmou em coletiva de imprensa, o primeiro caso de uma pessoa contaminada pelo vírus......
Vereador Fossá busca informações sobre asfalto21/02/18 Chapecó – O vereador Cleiton Fossá solicita informações sobre pavimentação asfáltica em diversas ruas Chapecó. Os pedidos foram aprovados na Câmara de Vereadores e um ofício......

Voltar para NOTÍCIAS