Postado em 28 de Maio de 2018 às 17h23

A importância da agricultura familiar para Chapecó

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – A agricultura se constitui em um dos mais importantes segmentos da economia no Oeste de Santa Catarina. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os...

Chapecó – A agricultura se constitui em um dos mais importantes segmentos da economia no Oeste de Santa Catarina. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os empreendimentos familiares correspondem a 89,5% do total, ou seja, das 82.140 propriedades, 73.476 são enquadradas como unidades familiares. Em Chapecó, O IBGE diz que em 2015 o Produto Interno Bruto (PIB) foi de R$ 7.676.794,40, sendo R$ 1.147.507,28 do setor da agricultura.

Apesar da importância e contribuição para o desenvolvimento de Chapecó, a agricultura familiar precisa ser melhor valorizada. Conforme o vereador Cleiton Fossá, é necessário o fortalecimento dos conselhos municipais de desenvolvimento rural; melhorias das estradas de acesso às propriedades; ampliação e reestruturação das feiras de produtos coloniais; ampliação das compras diretas da agricultura familiar para merenda escolar; e melhorias estruturais nas comunidades.

Chapecó tem 3.913 famílias, totalizando 15.417 pessoas residindo em área rural, conforme o Censo de 2010. Cleiton Fossá ressalta que 40% das propriedades do interior possuem menos de 10 hectares. As principais atividades econômicas são a agroindústria familiar, com a produção de milho, soja, feijão, trigo, fumo, frutas e hortaliças; setores como avicultura, bovinocultura, fumicultura, suinocultura e piscicultura; e a produção de proteína, como ovos, carnes e lácteos.

A região Oeste é a principal produtora de alimentos de origem animal, sendo o carro-chefe da agricultura familiar. Dados do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (CEPA/Epagri) apontam que no ano agrícola 2016/2017, 78% da produção de frango e 78,7% da produção de suíno de Santa Catarina foram produzidos na região Oeste, que se coloca como uma das principais produtoras do Brasil e exporta para inúmeros países, alavancando a economia de todo o Estado.

Produção agrícola

Em números, o milho corresponde a mais da metade da produção agrícola de Chapecó. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), são 142.780 hectares de plantação (53% do total), seguido pela soja, com 58.840 hectares (21,84%); feijão, 30.022 hectares (11,14%); trigo, 25.860 hectares (9,60%); fumo, 3.390 hectares (1,26%); laranja, 3.320 hectares (1,23%); mandioca, 2.131 hectares (0,79%); cana-de-açúcar, 1.463 hectares (0,54%); e arroz, 1.002 hectares (0,37%).

O escoamento

Além de proporcionar espaço aos agricultores familiares e de economia solidária comercializarem seus produtos, o escoamento da produção agrícola é outra preocupação. Conforme Cleiton Fossá, Chapecó possui cerca de 1,2 mil quilômetros de estradas no interior, sendo que cerca de 25% estão em más condições e necessitam de reparos urgentes. A péssima situação das vias prejudica, não apenas a população, mas à própria economia, devido as dificuldades de escoação da produção.

A estrutura

Cleiton Fossá já encaminhou pedido de melhorias das estradas do interior. A orientação é que a população ligue para a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (Sedema) para solicitar a manutenção de vias. O telefone é (49) 2049-9118. O maquinário é composto por três patrolas, quatro retroescavadeiras, dois rolos compactadores, duas carregadeiras, uma escavadeira hidráulica, dois tratores esteiras e 11 caminhões, para realizar parolamento e cascalhamento.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Fossá preocupado com a segurança pública05/09/13 Chapecó - Foi aprovado ontem pela Câmara de Vereadores de Chapecó requerimento a ser encaminhado ao comandante do 6° Batalhão de Bombeiro Militar, tenente coronel Luiz Carlos Balsan, onde é solicitada informações sobre atestados de funcionamento de todos os estabelecimentos de saúde, de ensino e públicos de Chapecó, sejam os estabelecimentos......
Projeto quer acabar com parentes comissionados19/04/16 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá protocolou na Câmara de Chapecó um projeto de lei que proíbe que parentes de agentes políticos do poder executivo municipal sejam nomeados em cargo de comissão ou de confiança no poder legislativo de Chapecó, e proíbe que......
Vereador visita obra atrasada e ouve a comunidade01/11/13 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá visitou nesta quinta-feira (31) o local onde será implantado o CEIM do Colina do Sol, no bairro Efapi. A obra começou a ser construída em maio de 2012 e era para ter sido entregue em janeiro deste ano, mas ainda está longe......

Voltar para NOTÍCIAS