Postado em 25 de Abril de 2018 às 13h54

Duas crianças seguem internadas e motorista é indiciado

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Duas das seis crianças internadas na tarde de terça-feira, 24, após serem atropeladas por um veículo que invadiu a sala de um CEIM, no loteamento Colatto, bairro Efapi,...

Chapecó – Duas das seis crianças internadas na tarde de terça-feira, 24, após serem atropeladas por um veículo que invadiu a sala de um CEIM, no loteamento Colatto, bairro Efapi, seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Regional do Oeste (HRO). Conforme Boletim Médico divulgado pelo HRO na manhã desta quarta, 25, as duas crianças, um menino e uma menina, ambos de 5 anos, estão em estado grave, mas apresentam evolução do quadro clínico.

No relatório consta que a menina teve hemorragia subaracnóidea (sangramento no espaço entre o cérebro e o tecido que cobre o cérebro), mas que a hemorragia foi controlada. Já o menino sofreu traumatismo craniano, mas apresenta quadro estável e está acordado. As outras quatro crianças, que foram levadas para o Hospital da Criança (HC), ficaram em observação e receberam alta hospitalar ainda durante a noite de terça-feira. O próximo boletim será divulgado na quinta-feira, 26, às 10h.

O motorista

O delegado responsável pelo caso, João Luiz Miotto, da 2º Delegacia de Polícia, autuou o motorista responsável pelo acidente por tentativa de homicídio com dolo eventual. O motivo foi que o teste do bafômetro constatou embriaguez, apontando um volume três vezes acima do permitido (0,94 mg). Foi solicitada a prisão preventiva do homem, de 53 anos, que foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó, onde aguarda decisão da Justiça. O inquérito apura mais elementos sobre o ocorrido.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Foto: Relatecc

Veja também

Fossá visita Defensoria Pública21/02/14 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá esteve nesta sexta-feira (21) na Defensoria Pública de Chapecó. A visita de cortesia serviu para conhecer a estrutura do local e colocar o mandato à disposição da instituição. Implantada em Chapecó em maio de 2013, a Defensoria Pública é composta por cinco defensores. Sua principal atribuição é atender pessoas que não possuem condição financeira de contratar um advogado.......

Voltar para NOTÍCIAS