Postado em 30 de Setembro de 2015 às 16h53

Fossá rebate fala do vice-prefeito

Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)Luciano Buligon (5)Resposta (3)Vereador (224)
Chapecó - O vice-prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, em entrevista à rádio Chapecó na manhã de terça-feira (29), disse que a prefeitura de Chapecó não descumpriu o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmando com o Ministério Público (MP) e acusou o vereador Cleiton Fossá, autor da denúncia ao MP que gerou o TAC, 'de faltar com a verdade'. Porém, o vice-prefeito confirmou que a prefeitura foi multada em R$ 440 mil e que vai recorrer da decisão. 'O Buligon está mal informado, mal assessorado. Quer tanto ser prefeito, mas não sabe de nada o que se passa na administração', cutucou Fossá, em entrevista nesta quarta-feira (30). O vereador lembrou que a multa foi aplicada devido o descumprimento do TAC referente às normas de segurança nas escolas e creches municipais. 'O Buligon acusa também o Ministério Público e o Corpo de Bombeiros de 'faltar com a verdade', duas instituições com alta credibilidade perante à sociedade', disse. A denúncia foi apresentada por Fossá ainda em 2013, sendo que a prefeitura de Chapecó tinha até julho de 2014 para implementar o projeto de prevenção de incêndios e apresentar Projeto Preventivo Contra Incêndio e Pânico (PPCI). Em maio de 2015, o promotor Eduardo Sens do Santos concedeu mais 60 dias, entretanto, o prazo expirou. Com os títulos protestados até efetuar o pagamento da multa, a prefeitura de Chapecó pode ser impedida de receber transferências federal e estadual e ter dificuldades em acessar financiamentos. Para Fossá, a situação pode caracterizar ato de improbidade administrativa do agente público responsável, no caso, o prefeito José Caramori ou a secretária de Educação, Astrit Tozzo. 'No momento, nossa maior preocupação é buscar solução urgente visando a proteção dos estudantes, professores e funcionários. Posteriormente, vamos analisar juridicamente e buscar responsabilizar o agente público responsável', finaliza o vereador.

Veja também

Telefonia: Fossá pede que Procon abra investigação08/10/15 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá teve aprovado requerimento solicitando ao Procon a instauração de investigação preliminar para buscar informações das operadores de telefonia móvel, fixa e de internet. O pedido ocorre após a audiência pública, que seria realizada pelo parlamento chapecoense dia 15 deste mês, ser cancelada devido a Anatel e algumas empresas não confirmarem presença no evento. Esta foi a segunda vez......

Voltar para NOTÍCIAS