Postado em 30 de Julho de 2018 às 17h31

Obra do Parque Tecnológico de Chapecó será retomada

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Adenilso Biasus, assinou na tarde desta segunda-feira, dia 30, a ordem de serviço de...

Chapecó – O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Adenilso Biasus, assinou na tarde desta segunda-feira, dia 30, a ordem de serviço de contratação da empresa que vai finalizar a obra de construção do Parque Científico e Tecnológico de Chapecó. O ato foi realizado na sala de reunião da prefeitura, e contou com a presença do vereador Cleiton Fossá, uma vez a matriz econômica da tecnologia e inovação é uma das bandeiras do mandato.

A expectativa é que a obra seja entregue em fevereiro do próximo ano. O Parque Científico e Tecnológico de Chapecó é um dos 13 Centros de Inovação que estão em construção em Santa Catarina, através do Governo do Estado, em um projeto tripartite, que envolve prefeituras e universidades. A construção do Centro de Inovação de Chapecó iniciou em 2014, mas está parada, uma vez que a empresa responsável abandonou a obra, após problemas financeiros.

Movimentação econômica

Biasus afirma que a tecnologia e inovação já representa 7,5% do Produto Interno Bruto (PIB) catarinense. Fossá lembra que somente no passado as empresas do ramo em Santa Catarina movimentaram R$ 15 bilhões, sendo que na região de Chapecó são 110 empresas integradas ao Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), sendo que juntas geram mais de 3 mil empregos diretos, e movimentam, anualmente, cerca de R$ 300 milhões.

Luta do mandato

Cleiton Fossá recorda que a efetivação do Parque Científico e Tecnológico de Chapecó é uma luta desde o início de seu mandato. Inclusive, no dia 4 de junho, foi realizada uma audiência pública para debater a construção, infraestrutura e forma de gerenciamento do local. “Tecnologia e inovação é uma matriz econômica emergente e tem missão primordial na geração de empregos e no desenvolvimento social de toda a região Oeste”, explica o vereador.

O empreendimento

O primeiro edifício do Parque Científico e Tecnológico tem projeto desenvolvido de 3.637,45 m², a ser construído em um terreno de 2.231,33 m², junto a Unochapecó, situado na rua Eduardo Pedroso da Silva, no bairro Efapi. O terreno foi doado pela Fundeste, mantenedora da Unochapecó, à prefeitura de Chapecó. Até o momento já foram investidos R$ 4,8 milhões na obra, recursos do Governo do Estado, sendo que o custo total previsto é de R$ 9 milhões.

Objetivos do Parque

Os principais objetivos do Centro de Inovação é transferir conhecimento para a região de Chapecó, primando pelo desenvolvimento e competitividade dos diversos setores apoiados; permitir integração entre setores produtivos locais; atrair novas empresas; dar condições para o surgimento de startups; oferecer suporte técnico e serviços especializados; e propiciar a evolução de ideias, projetos e processos no âmbito dos setores públicos e privados.

Conselho Municipal

A Política Municipal de Incentivo à Inovação e Tecnologia, conhecida como Lei da Inovação, e o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI), foram criados no ano de 2013. A Câmara de Chapecó realizou, através de proposta de Fossá, três reuniões de trabalho com o objetivo debater esta nova matriz econômica. O vereador ressalta que este projeto teve a participação de diversas entidades e que foi uma construção coletiva da sociedade.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

CPI do Asfalto é prorrogada18/12/13 Chapecó - Em reunião na tarde de hoje (18), os vereadores membros da CPI do Asfalto decidiram, de modo consensual, prorrogar os trabalhos da Comissão por mais 60 dias. Assim, as investigações se estenderão até 22 de fevereiro. O presidente Itamar Agnoletto, o relator Arestide Fidélis e o membro Cleiton Fossá foram enfáticos em destacar a seriedade dos trabalhos, que já se reuniu em sete oportunidades, e na agilidade......
Terminal Rodoviário de Chapecó: estrutura limitada e precária21/08/20        O Vereador Cleiton Fossá defende uma Parceria Público-Privada (PPP) para o Terminal Rodoviário Intermunicipal de Chapecó, Raul Inês Pigatto Bartolamei. Com uma estrutura limitada e precária,......

Voltar para NOTÍCIAS