Postado em 12 de Setembro de 2016 às 18h00

Secretária de Saúde presta esclarecimentos

Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó realizou, na tarde desta segunda-feira, dia 12, reunião de trabalho sobre agendamentos de procedimentos e atendimentos na Secretaria de Saúde. Proposição do vereador Cleiton Fossá, o encontro teve participação da secretária de Saúde, Caroline Constanci Berranin, da diretora da Secretaria, Gilvana Mossi Schneider, e do médico Luiz Desessards, responsável pelo setor de agendamentos de procedimentos e atendimentos. Fossá provocou a reunião após receber denúncias de que agendamentos para cirurgias, consultas e exames - que estavam a meses parados - estão sendo liberados no período eleitoral. Ainda, de que agentes de saúde estariam visitando residências e prometendo a liberação de procedimentos. 'Realizando nosso papel de fiscalizar, trouxemos a secretária e sua equipe para prestar esclarecimentos sobre as denúncias e oferecer uma posição oficial sobre o assunto', disse Fossá. A secretária e sua equipe explicaram os procedimentos adotados pela pasta da Saúde e vão apresentar, até sexta-feira, dados oficiais a respeito do número de exames, consultas e cirurgias. Para Fossá, os esclarecimentos e as informações são importantes para que os vereadores entendam como que funciona a estrutura da Saúde. Por fim, Fossá apresentou algumas sugestões à secretária, a fim de colaborar com a melhoria no serviço oferecido à população e evitar 'fura-filas'.

Veja também

Cleiton Fossá avalia trabalhos de 201721/12/17 Chapecó – O ano de 2017 vai chegando ao fim e o vereador Cleiton Fossá faz um balanço das atividades realizadas neste primeiro ano de segundo mandato no Parlamento de Chapecó. Uma grande conquista, avalia o vereador, foi a reabertura da 3ª Delegacia de Polícia, localizada no bairro Efapi, uma articulação que iniciou ainda em janeiro, sendo que o......
As pedaladas fiscais da prefeitura de Chapecó06/05/16 Chapecó - Realizando o papel de fiscalização do poder executivo, o vereador Cleiton Fossá identificou que a prefeitura de Chapecó parcelou dívidas em desacordo com a legislação, gerando prejuízo ao Fundo Previdenciário (Simprevi), ou seja, ao erário. Conforme......

Voltar para NOTÍCIAS