Postado em 27 de Novembro de 2015 às 18h03

A saída melancólica do prefeito de Chapecó

Chapecó (304)Cleiton Fossá (314)José Caramori (8)Opinião (3)Prefeito (3)Saída (4)Vereador (224)
Chapecó - Vereador Cleiton Fossá se manifesta sobre o anúncio de que o prefeito de Chapecó vai renunciar. Para ele, sua saída ficará registrada na história com o carimbo da gastança e ineficiência e por não responder às demandas da população, principalmente dos bairros. "Prefeito de Chapecó, José Caramori, anunciou que renunciará ao cargo em dezembro para assumir a presidência do Badesc. Pois bem, a especulação se arrasta há cerca de um ano. A saída do prefeito, na prática, não muda nada, pois há tempos que o município está sem referência de liderança e direção. Respeito a história pessoal e profissional de Caramori, entretanto, politicamente falando da gestão, sua saída ficará registrada na história com o carimbo da gastança e ineficiência, adjetivos do governo do PSD e PSB de Chapecó. A má gestão é sentida pela população todos os dias, pois vai da má qualidade do transporte coletivo às ruas emburacadas, vai da insegurança dos estabelecimentos de ensino à demora nas consultas, exames médicos e cirurgias, entre outros. Ainda, a desistência de organizar a Efapi e o aumento da taxa de lixo, que evidenciam a incapacidade da atual gestão. É triste, mas o prefeito, além de abandonar seus eleitores, deixa um governo completamente inviabilizado e paralisado".   Currículo do governo Caramori/Buligon: -Bloqueio de bens por indícios de direcionamento na licitação dos shows da Efapi 2013 -Cancelamento da Efapi 2015 -Aumento de Tributos (Taxa de Lixo, Cosip e ITBI) -Cassação do mandato em segunda instância por gasto excessivo em publicidade -CEIMs concluídos e fechados ou com obras atrasadas há mais de dois anos -Promessa de asfalto na eleição de 2012 e ainda não realizado -Reajuste da tarifa do transporte coletivo, três vezes desde 2012 -Reajuste da tarifa do estacionamento rotativo -Bolsa Alfafa em 2013 -Bolsa Cabo Eleitoral -Ruas e estradas do interior esburacadas -Greve dos Servidores Públicos Municipais -Dívida de R$ 100 milhões entre empréstimos (principalmente Fonplata) e precatórios -Dívida de R$ 139 milhões com o Simprevi -Cargos comissionados exonerados e recontratados com salários maiores E tem muito mais...

Veja também

Fossá pede que orçamento tenha participação popular09/12/14 Chapecó - O orçamento de Chapecó para 2015 foi analisado e aprovado pela Câmara de Vereadores de Chapecó no início desta semana. Embora tenha votado favorável à peça orçamentária, de R$ 691 milhões em 2015, o vereador Cleiton Fossá cobrou do governo municipal a participação da população na decisão do orçamento nos próximos anos. Fossá defende a integração do poder público com a sociedade, para solucionar os......
Nova matriz econômica: primeiro passo foi dado17/12/13 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou ontem (16), em segunda votação, o Projeto de Lei ordinária 223/13, de origem do poder executivo, que muda dispositivos da Lei 6.476 de 15 de outubro de 2013. A iniciativa alterou a composição do Conselho de......

Voltar para NOTÍCIAS