Postado em 22 de Maio de 2018 às 14h17

Em meio à greve de caminhoneiros, Petrobras reduz preços

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Nesta segunda-feira, dia 21, caminhoneiros de 19 estados brasileiros entraram em greve. Santa Catarina está entre os estados em que os profissionais apoiaram o movimento. As...

Chapecó – Nesta segunda-feira, dia 21, caminhoneiros de 19 estados brasileiros entraram em greve. Santa Catarina está entre os estados em que os profissionais apoiaram o movimento. As paralisações ocorreram, principalmente, devido as altas nos preços dos combustíveis.

As manifestações tiveram início por meio da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABC). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trânsito foi bloqueado em pelo menos 14 trechos, em cinco rodovias federais. Na BR-101, manifestantes incendiaram pneus.

Ainda dia 21, o presidente Michel Temer convocou os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco, Eduardo Guardia, Esteves Colnago e Jorge Rachid para tratar a temática. Nesta terça-feira (22), os ministros se reuniram pela manhã com o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

A greve dos caminhoneiros surtiu efeitos. Logo após a reunião, foi anunciado pela Petrobras a redução dos preços da gasolina e do diesel. A empresa concluiu que o preço do diesel será reduzido de R$ 2,3716 para R$ 2,3351, e o da gasolina de R$ 2,0867 para R$ 2,0433 o litro.

 

Alessandra Favretto, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Foto: Eder Luiz/Reprodução

Veja também

Preço da gasolina tem aumento nos postos do Brasil22/08/20        A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou o 13º aumento no preço médio cobrado pelo litro de gasolina nos postos de todo o Brasil. O diesel, etanol e gás de cozinha também sofreram ajustes no valor.        O preço médio pago pelo litro de combustível......

Voltar para NOTÍCIAS