Postado em 22 de Junho de 2018 às 16h55

Moradias alternativas: interesse social e sustentável

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Em Chapecó, arquitetos e professores já manifestaram sua preocupação em relação ao direito à moradia. Para debater a temática, foi realizada...

Chapecó – Em Chapecó, arquitetos e professores já manifestaram sua preocupação em relação ao direito à moradia. Para debater a temática, foi realizada uma reunião na Câmara de Vereadores na terça-feira (12), com a finalidade de assegurar o direito aos munícipes e proporcionar melhor qualidade de vida.

No encontro foi discutido a criação de uma lei municipal e convênios com profissionais para a execução da Lei 11.888/2008, pois permite que as famílias, que possuem até três salários mínimos, tenham acesso a profissionais que possam qualificar suas moradias, já que 85% dos brasileiros planejam e reformam suas casas sem orientações, segundo o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR).

Além de garantir o direito dos cidadãos, é necessário também planejar a construção de moradias que colaborem com o meio ambiente. As casas de container, por exemplo, podem contribuir para a diminuição de resíduos e, desde que reutilizados, cumprem com a meta verde, além de ser uma alternativa moderna e importante para quem deseja concluir a obra em curto prazo. Ainda, os containers viraram tendência no mundo dos empreendimentos, proprietários que desejam e apostam em um espaço confortável e inovador.

As universidades de Chapecó trabalham a habitação do ponto de vista arquitetônico e ambiental. O curso de Engenharia Ambiental da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), ganha valor na busca de soluções sustentáveis. “Busca-se inovações principalmente na reutilização de resíduos para construção de partes de moradias ou até mesmo obras completas. Um exemplo promissor, por exemplo, seria a produção de telhas feitas com tubos de creme dental, que são tão resistentes quanto as de concreto”, ressalta a estudante Évelyn Barrilli.

De 2017 para 2018, um casal foi destaque entre as notícias dos meios de comunicação de Santa Catarina. O casal, que preferiu não se identificar, moradores do município de Guaraciaba, estudaram ainda em 2011 a possibilidade de construir a sua moradia de forma sustentável. Para tal, além das pesquisas, participaram de um evento de bioarquitetura, e assim puderam criar o planejamento. A casa foi construída com madeira, pedras e terra, o preparo da pasta foi manual e necessário para tornar o barro resistente. Sessenta mil foi o suficiente para realizar o sonho do casal.

“Existem várias tecnologias que podem ser implantadas nas moradias e torná-las sustentáveis, como por exemplo, telhados verdes, telhas claras, sistema de captação de água da chuva ou ainda placas fotovoltaicas e aerogeradores de pequeno porte. Assim os proprietários saem ganhando com esse tipo de investimento, que pode gerar economia nas faturas mensais de água e energia elétrica, e o meio ambiente será menos explorado pelas grandes empresas fornecedoras devido a diminuição da demanda por parte da população”, salienta a estudante.

Chapecó têm 183.530 habitantes, de acordo com o censo de 2010 publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IGBE). Entretanto, a estimativa da população registrada em 2017 é de 213.279 habitantes, também ressalta o IBGE. " Os dados representam um crescimento significativo da população, precisamos encontrar um ponto de equilíbrio, garantir o direito à moradia e também ter a consciência que o meio ambiente necessita de atenção. Podemos sim planejar e construir moradias de forma sustentável", conclui o vereador Cleiton Fossá.

 

Alessandra Favretto, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

CPI do Asfalto é prorrogada18/12/13 Chapecó - Em reunião na tarde de hoje (18), os vereadores membros da CPI do Asfalto decidiram, de modo consensual, prorrogar os trabalhos da Comissão por mais 60 dias. Assim, as investigações se estenderão até 22 de fevereiro. O presidente Itamar Agnoletto, o relator Arestide Fidélis e o membro Cleiton Fossá foram enfáticos em destacar a seriedade dos trabalhos, que já se reuniu em sete oportunidades, e na agilidade......
Nova matriz econômica: primeiro passo foi dado17/12/13 Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou ontem (16), em segunda votação, o Projeto de Lei ordinária 223/13, de origem do poder executivo, que muda dispositivos da Lei 6.476 de 15 de outubro de 2013. A iniciativa alterou a composição do Conselho de......

Voltar para NOTÍCIAS