Postado em 30 de Maio de 2018 às 14h31

Audiência Pública discute Parque Tecnológico

Cleiton Fossá | Vereador Chapecó – Através de proposição do vereador Cleiton Fossá, a Câmara de Chapecó realiza nesta segunda-feira, dia 4 de junho, às 9h, Audiência...

Chapecó – Através de proposição do vereador Cleiton Fossá, a Câmara de Chapecó realiza nesta segunda-feira, dia 4 de junho, às 9h, Audiência Pública para debater a construção, infraestrutura e forma de gerenciamento do Parque Científico e Tecnológico de Chapecó. A reunião será realizada no Plenário do Legislativo e é aberta ao público interessado. “Esta nova matriz econômica terá uma missão primordial no mercado de trabalho e no desenvolvimento social de toda a região Oeste”, diz.

O vereador justifica o encontro por entender que são necessários discutir alguns assuntos sobre o Parque. Fossá diz que é importante saber os motivos do atraso nas obras, a forma de governança e o papel que a instituição tem para o desenvolvimento de Chapecó e a região. Logo que assumiu como vereador, em 2013, ele promoveu três reuniões de trabalho, com diversas entidades ligadas ao setor de tecnologia e inovação, para debater o fortalecimento e crescimento desta importante areá.

Após isso, a Política Municipal de Incentivo à Inovação e Tecnologia, conhecida como Lei da Inovação, e o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI), foram aprovadas ainda no ano de 2013. A iniciativa foi promovida através da Câmara Municipal de Chapecó com o objetivo de desenvolvimento de uma nova matriz econômica para o Oeste. Ele lembra que este projeto teve a participação de diversas entidades e que foi uma construção coletiva da sociedade.

Conforme Fossá, é necessário que o Parque Científico e Tecnológico passe a funcionar o mais rápido possível. “A Lei de Inovação proporcionará ainda o desenvolvimento econômico ligado à área social. Chapecó depende atualmente de uma matriz econômica que possui seus limites, que é a agroindústria. Por isso, é necessário o apoio a outras áreas”, explica. “Além de ambientalmente limpa, esta nova matriz fortalecerá a economia de Chapecó e de todo o Oeste”, complementa.

Os convidados

Foram convidados o prefeito Luciano Buligon, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Márcio Sander, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Adenilso Biasus, e todos os membros, de forma individual, que fazem parte do Conselho. O CMCTI é composto por representantes da ACIC, do Sicom, do Deatec, da Acate, além de entidades ligadas ao ensino, como a UFFS, a Udesc, o IFSC, a Unochapecó, a Unoesc, o Sebrae, o Senac e o Senai.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Fossá solicita palco alternativo na Efapi para artistas locais14/09/17 Chapecó - Em pronunciamento na tribuna da Câmara de Vereadores nesta sexta-feira, Cleiton Fossá mostrou seu desacordo com a decisão da administração municipal em não colocar um palco alternativo na edição deste ano da Efapi para que os artistas locais possam se apresentar. Ao contrário das edições anteriores da Feira, em 2017 foram selecionados somente dez artistas de Chapecó, que se apresentarão no palco principal......

Voltar para NOTÍCIAS