Postado em 29 de Novembro de 2017 às 09h54

Fossá quer informações sobre concessões públicas

Chapecó – O vereador Cleiton Fossá apresentou requerimento solicitando reunião de trabalho para discutir o Projeto de Lei 156/2017, de autoria do Poder Executivo Municipal, que tramita na Câmara de Vereadores de Chapecó. Entre os convidados estão o prefeito Luciano Buligon, a secretária de Coordenação de Governo e Gestão, Fernanda Danieli, o procurador-geral do Município, Ricardo Cavalli, e a promotora de Justiça da 13ª Promotoria, Elaine Auerbach.

O Projeto 156/2017 trata sobre autorizar a outorga de concessões e permissões de serviços, obras e bens públicos municipais, como o Aeroporto Serafin Enoss Bertaso, o Terminal Rodoviário Raul Bartolamei, a Arena Condá, Iluminação Pública, Parques e Praças, Pátio de Estacionamento de Veículos, Mobiliário Urbano Municipal e Governo Digital. Fossá diz que o projeto não traz nenhum detalhe sobre o que se pretende ser concedido e, ainda, possui algumas indeterminações.

Para o vereador, a fim de nortear a discussão e votação do Projeto de Lei quanto ao seu mérito, verificando sua conveniência ao povo de Chapecó, é necessário que a prefeitura apresente dados e informações mais detalhadas aos parlamentares. “Não sou contra conceder serviços à iniciativa privada, como o Aeroporto, mas nós vereadores precisamos de dados técnicos para votarmos com informações seguras. Precisamos ter respaldo na aprovação de uma matéria tão importante”.

 

Bruno Pace Dori, Assessoria de Comunicação Cleiton Fossá

Veja também

Abastecimento de água em Chapecó precisa de melhorias25/06/18 Chapecó – O serviço de abastecimento de água potável e saneamento básico é fundamental à sociedade. Porém, nos últimos anos, uma série de preocupações têm surgido, principalmente devido à distribuição desigual de recursos hídricos, o desperdício pelo mau uso e gerenciamento da......
Comissionados custam um “Elevado da Sadia” por ano10/08/18 Chapecó – A prefeitura de Chapecó assinou no dia 8 de agosto financiamento de R$ 15 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para a construção do “Elevado da Sadia”, no entroncamento das......

Voltar para NOTÍCIAS