Postado em 30 de Outubro de 2013 às 19h24

Numeração das casas é debatida

Prefeitura (38)Correios (3)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - A Câmara de Vereadores de Chapecó realizou ontem reunião de trabalho para discutir o sistema de numeração das residências do município e a entrega de correspondências e mercadorias. O encontro foi proposto pelo vereador Cleiton Fossá e contou com a participação de representantes dos Correios, da prefeitura de Chapecó e lideranças comunitárias. Fossá explica que o marco referencial de numeração do município é de 1984 (Lei nº 2.568). 'Na época, Chapecó tinha menos de 100 mil habitantes. Hoje tem 200 mil. É preciso modernizar esse sistema', resume Fossá. O vereador explica que com a expansão de bairros e loteamentos nos últimos anos, o critério atual de numeração não contempla mais a demanda, ou seja, os profissionais dos Correios e de empresas de transporte, por exemplo, encontram dificuldades para localizar os endereços, o que muitas vezes impede que a população receba correspondências, entregas e mercadorias. 'Chapecó é a única cidade do Brasil que adota esse modelo de sistema de numeração, com número e letras. Precisamos discutir um novo marco referencial, para que as famílias e profissionais sejam contempladas', diz. Exemplos O gerente do Centro de Distribuição de Chapecó dos Correios, Edes Amaral, comenta que muitas pessoas mudam por conta própria a numeração de sua residência, o que compromete o serviço de entrega. Além disso, Amaral fez um pedido para que a prefeitura de Chapecó, ao nomear provisoriamente as ruas de novos loteamentos, não adote mais o critério de letras (exemplo: rua A), mas nomeie com números. 'Somente no bairro Efapi existem 20 ruas 'A'. Como nem sempre os moradores identificam o loteamento, fica impossível de entregar a correspondência', ressalta. Encaminhamento O diretor de Desenvolvimento Urbano da prefeitura de Chapecó, Franklin Brum, concordou que existem problemas e que a administração municipal está comprometida em resolver a demanda. Ainda, destacou que a ideia apresentada pelo gerente dos Correios é boa para eliminar parte dos problemas. Fossá sugeriu que o assunto seja discutido no estudo de mobilidade urbana, que a prefeitura está realizando em parceira com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). No final do encontro, os moradores presentes fizeram perguntas e sugestões às autoridades presentes.

Veja também

Fossá volta a pedir padronização dos pontos de ônibus20/01/16 Chapecó - A Lei Municipal 5.669/2009, que trata sobre a padronização dos abrigos de passageiros do transporte coletivo de Chapecó, foi aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro de 2009. Mais de seis anos depois, entretanto, ela ainda não entrou em vigor. O motivo é que o cronograma para padronização dos pontos de ônibus deveria acontecer a partir de um decreto municipal, que ainda não foi publicado pelo poder......
Fossá critica gastos com publicidade06/09/13 Chapecó - Após a cassação do prefeito de Chapecó, José Caramori, por exceder o limite permitido durante ano eleitoral com gastos com publicidade, o vereador Cleiton Fossá lembra que em maio apresentou na Câmara de Vereadores requerimento pedindo informações......
Comissão analisará taxa de lixo08/03/14 Chapecó - O vereador Cleiton Fossá apresentou requerimento solicitando que seja realizada uma revisão com relação à Taxa de Coleta de Resíduos (TCR), que ainda gera muitas discussões e polêmicas em Chapecó. Segundo Fossá, a repercussão do tema foi notória......

Voltar para NOTÍCIAS