Postado em 03 de Fevereiro de 2014 às 12h52

Reunião debaterá sistema prisional em Chapecó

Vereador (224)Segurança Pública (12)Polêmica (3)Cleiton Fossá (314)Chapecó (304)
Chapecó - Presidente da Comissão de Segurança Pública e Cidadania da Câmara de Chapecó, o vereador Cleiton Fossá quer passar a limpo e esclarecer de uma vez por todas a construção de uma nova ala na Penitenciária Agrícola de Chapecó, bem como no Presídio Regional de Chapecó. Ele convocou uma reunião da Comissão para o próximo dia 4 de fevereiro (terça-feira), às 15h. A intenção é reunir órgãos do Governo do Estado, sociedade civil e a imprensa. O encontro será realizado na Penitenciária, após a direção do local colocar o espaço à disposição. Fossá afirma que a questão da ampliação da Penitenciária e do Presídio levantam muitas informações equivocadas e desencontradas e que isso gera sensação de insegurança. 'A intenção é esclarecer de forma oficial sobre a possível transferência de presos de outras regiões do Estado de Santa Catarina, como vem sendo dito por algumas pessoas; bem como conhecer o projeto das referidas obras de ampliação dos locais'. Conforme Fossá, a reunião é para que todos possam expor o que de fato acontecerá. 'Por ser uma reunião da Comissão, haverá ata do encontro'. Convidados Além dos vereadores, foram convidados o juiz de direito da 3ª Vara Criminal, Gustavo Emelau Marchiori; o promotor de justiça da 7ª Promotoria, Guilherme Luis Lutz Morelli; o diretor do Departamento de Administração Prisional de SC (DEAP), Leandro Antonio Soares Lima; a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Subseção Chapecó, Patricia Vasconcelos de Azevedo; o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Bento Zanoni; o secretário interino da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Chapecó, Gilberto Ari Tomasi; e o prefeito de Chapecó, José Cláudio Caramori. O encontro será aberto à imprensa.

Veja também

Denúncia de Fossá vira TAC14/12/13 Chapecó - Após fiscalização realizada pelo vereador Cleiton Fossá, que apontou irregularidades no sistema de segurança das escolas municipais, o Ministério Público de SC (MP/SC) firmou no início do mês um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) obrigando a prefeitura de Chapecó a instalar equipamentos de segurança nas escolas da rede municipal de educação e o Corpo de Bombeiros a realizar a fiscalização dos......

Voltar para NOTÍCIAS