Postado em 01 de Julho de 2013 às 17h17

Vereador Fossá denuncia precariedade de creches municipais

As fortes chuvas que caíram sobre a cidade de Chapecó no mês de março mostraram um grave problema na área da educação do município. O vereador Cleiton Fossá recebeu informações alertando que as chuvas haviam invadido estabelecimentos de ensino da rede municipal, especialmente uma creche no Bairro Efapi, que atende a região do Jardim do Lago. Mais uma vez o vereador foi conferir a situação de perto e encontrou sérios problemas. Segundo Fossá, a situação é complexa e não é causada apenas por conta das fortes chuvas. Além do alagamento na Creche Ciranda da Criança, no Jardim do Lago, também são encontrados problemas na estrutura e falta de vagas. 'Esses centros de educação são estruturas locadas pelo município e readaptadas para poder receber os alunos, ou seja, não é uma estrutura pensada e construída de acordo com a necessidade das crianças', afirmou. Motivado pela denúncia dos pais de crianças que frequentam a Creche Ciranda Criança, o vereador aproveitou para conhecer a situação em outros Centros de Educação Infantil (CEI's). A realidade destas instituições é bastante parecida, seja pelos espaços inadequados, pela falta de vagas, rachaduras em paredes, crianças dormindo em colchonetes no chão ou então nos chamados 'bebê-conforto', falta de pavimentações em ruas próximas e ainda terrenos baldios sujos e com mato nos arredores. [gallery ids="98,96,97"] Construção de creche está parada Em visita aos Centros de Educação Infantil, o vereador Cleiton Fossá, encontrou uma situação de completo descaso da Prefeitura. A construção de uma creche, com investimentos de cerca de R$ 3,2 milhões, no Jardim do Lago, está abandonada desde o ano passado. Imediatamente o vereador cobrou do prefeito municipal mais informações e providências para que a obra seja retomada com urgência. 'Os pais precisam de vagas nas creches para conseguirem trabalhar com mais tranquilidade e a prefeitura deixa uma obra parada onde estão investidos R$ 3,2 milhões do povo de Chapecó'', questionou Fossá. Vereador quer creches em horários alternativos Além de melhorar e ampliar a estrutura atual para atender as crianças com qualidade, também é necessário discutir a viabilidade de disponibilizar creches em horários alternativos. Segundo Cleiton Fossá, a infraestrutura atual oferecida pelo poder público não atende as necessidades dos trabalhadores e das trabalhadoras das agroindústrias e do comércio. Para isso, o vereador quer uma Audiência Pública para discutir a ampliação das vagas em creche e a disponibilização de horários alternativos. 'Os casos são muitos em que o pai e a mãe trabalham no período noturno, horário incompatível com o serviço público oferecido atualmente. Precisamos discutir e ampliar este direito aos trabalhadores', concluiu.

Veja também

Doença não marca hora e paracetamol não cura tudo!02/08/18 Chapecó – O Conselho Federal de Medicina publicou, em janeiro de 2018, que no Brasil há cerca de 904 mil procedimentos na fila de espera do Sistema Único de Saúde (SUS). Além da demora seja para marcar uma consulta, o caos ainda predomina quando o assunto é o acesso a medicamentos. Remédios básicos adquiridos para dor muscular, gripe ou alergia nem sempre......
Chapecó precisa com urgência de ciclovias12/06/18           Um tema bastante comentado em Chapecó e que está presente nos debates sobre a Mobilidade Urbana no País é a construção de ciclovias. Praticar ciclismo se tornou muito mais do que......

Voltar para NOTÍCIAS