Postado em 11 de Novembro de 2013 às 13h03

Fossá denuncia dívida de Chapecó com o Simprevi

Simprevi (5)Denuncia (9)Cleiton Fossá (314)
Chapecó - O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) apurou que 24 dos 69 Regimes Próprios de Previdência Social (RPPSs) de municípios do Estado são deficitários e que, em conjunto, apresentavam um déficit atuarial de R$ 1,1 bilhão. O vereador Cleiton Fossá foi sexta-feira (8) à tribuna da Câmara de Vereadores e denunciou que Chapecó possui a terceira maior dívida. O déficit da prefeitura com o Sistema Municipal de Previdência de Chapecó (Simprevi) é de R$ 139 milhões. Somente Lages (R$ 267 milhões) e Criciúma (R$ 196 milhões) devem mais. Fossá lembra que recentemente a prefeitura de Chapecó encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei 138/13, que pedia o parcelamento de dívidas da prefeitura com a Receita Federal e a Fazenda Nacional, relativas aos anos de 2005 a 2008 e 2010, por 20 anos, em assunto parecido. 'A administração de Chapecó se apropria indevidamente da contribuição previdenciária de seus servidores e a conta fica para os próximos prefeitos pagarem', comenta Fossá. O projeto 138/13 foi aprovado em julho por maioria de votos. A bancada de oposição votou contra. Motivos O relatório aponta que a inadimplência dos municípios perante o regime de previdência ocorre devido à apropriação indevida da contribuição previdenciária descontada dos servidores públicos; omissão dos gestores em adotar medidas para equacionar o déficit diagnosticado; e falta de controle e critério sobre investimentos realizados com o recurso previdenciário. 'Agora, precisamos identificar onde a prefeitura de Chapecó aplicou esses R$ 139 milhões. Cobrarei informações do prefeito para saber onde todo esse dinheiro foi parar', ressalta Fossá. A pesquisa O levantamento do TCE/SC foi realizado pela Diretoria de Controle dos Municípios (DCM) e feita com base nas demonstrações financeiras dos RPPSs, disponíveis nos balanços anuais dos municípios, e nas atividades de fiscalização realizadas ao longo dos exercícios de 2012 e 2013. O diretor do DCM, Kliwer Schmitt, explica que o valor corresponde à diferença entre o compromisso líquido dos planos - benefícios futuros menos receitas futuras (passivo atuarial) - e os ativos financeiros garantidores do sistema de previdência já existentes (ativo real líquido).

Veja também

Fossá solicita cancelamento de multas19/12/14 Chapecó - Na penúltima sessão de 2014, o vereador Cleiton Fossá voltou a falar sobre as lombadas eletrônicas e furões instalados em Chapecó pela empresa Focalle, após um erro em um semáforo com furão ter sido filmado por um cidadão chapecoense. Fossá já havia denunciado problemas no sistema, assim como a falta de sinalização dos dispositivos eletrônicos, além de motoristas que estariam sendo multados indevidamente......
Bancada de oposição visita Usina de Asfalto12/06/15 Chapecó - Nesta quinta-feira (11), os sete vereadores que compõem a bancada de oposição da Câmara de Vereadores de Chapecó - Cleiton Fossá, Diego Alves, Elton Scheid, Marcilei Vignatti, Nacir Marchesini, Paulinho da Silva e Sergio da Silva - realizaram visita......

Voltar para NOTÍCIAS